Os botijões de gás são importantes fatores de risco de acidentes na cozinha por causa dos vários acidentes causados pelo manuseio inadequado.
     Mas antes de falarmos sobre os critérios que orientam a utilização segura dos botijões de gás no lar, precisamos conhecer os componentes básicos da instalação do botijão:

    Os botijões grandes têm uma válvula de segurança que impedem a sua explosão. Quando há alguma explosão o que realmente ocorre é a explosão causada pelo acúmulo de gás dentro da casa, que vazou por algum defeito técnico.

Armazenar

           Devemos observar alguns critérios para a armazenagem segura dos botijões de gás:
  • Não instalar nunca os botijões em compartimentos fechados e sem ventilação, como por exemplo: armários, gabinetes, vãos de escada, porões, dentre outros; em caso de vazamento o gás não se acumulará. Armazenar sempre em locais ventilados.
  • Não deixar os botijões expostos ao sol e nem à chuva.

Regras básicas de segurança

  • Não use isqueiro para acender o fogão.
  • Na ausência por longo período, feche o registro de gás.
  • Nunca utilize fogareiro ou lampião em botijão de cozinha.
  • Acender primeiro o fósforo para então abrir o registro do queimador de lampiões e fogareiros.
  • Quaisquer consertos ou modificações nas instalações do gás devem ser executados somente por profissionais habilitados.
  • Comprar botijões de gás somente de empresas credenciadas.
  • Verificar sempre o estado do botijão ao comprá-lo. O botijão não pode estar amassado, enferrujado ou apresentar qualquer outro tipo de dano.Verifique se o lacre de proteção está presente e se o mesmo está íntegro.
  • Instalar o botijão longe de tomadas, interruptores e instalações elétricas. A margem de segurança é de 1,50m.
  • Instalar o botijão de gás mais afastado possível do fogão. O ideal é a instalação fora da cozinha, em local coberto e arejado.
  • Instalar o botijão longe de ralos, grelhas ou canaletas de escoamento de água. O gás GLP pesa mais que o ar, assim, em caso de vazamento, o gás pode se infiltrar em seu interior, acumulando-se e explodir.
  • A mangueira utilizada deve ser aprovada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO) e deve estar longe das laterais do fogão, para evitar superaquecimento.
  • Na instalação de gás encanado, pedir orientação à empresa responsável pelo serviço no seu Estado.
  • Ao sair de casa, fechar sempre o registro de gás e nunca deixar nenhuma panela no fogo.
  • Não instalar cortinas ou colocar panos de prato ou outros materiais que possam pegar fogo próximo ao fogão ou sobre o botijão.
  • Não permitir o acesso de crianças ao fogão e ao botijão de gás.

Troca de botijões
  • Confira se todos as bocas do fogão estão desligadas.
  • Não pode haver fonte de calor (velas, incensos, cigarros acesos) perto do local da troca de botijão. Qualquer faísca basta para causar uma explosão.
  • Retire o lacre de segurança do botijão segundo as instruções da etiqueta.
  • Não use ferramentas na operação. Isso pode danificar o botijão ou as peças de conexão.
  • Confira periodicamente o prazo de validade da mangueira e do registro do fogão.
  • Depois de instalar, passe espuma de sabão na ligação entre a válvula e o registro. Se surgirem bolhas, há vazamento. Neste caso, instale novamente. Se o vazamento não parar, ligue imediatamente para a Empresa credenciada. Não tente improvisar utilizando cera, fita isolante, massas, etc.
  • É proibido passar a mangueira por trás do fogão.


  • Certifique-se que todos os botões dos queimadores estão desligados e que não há a presença de qualquer tipo de fogo, proveniente de velas, fósforos, isqueiros ou cigarros acesos.
  • Feche o registro de gás;
  • Retire o lacre do botijão cheio;
  • Retire o regulador do botijão vazio;
  • Segure o bico do regulador na posição vertical e encaixe-o na válvula do botijão cheio;
  • Gire a borboleta do regulador para a direita, até ficar firme. O rosqueamento deve ser feito somente com as mãos. Nunca martele ou aperte com ferramentas, pois em caso de vazamento ou de fogo, você terá de desenroscá-lo para extinguir o princípio do incêndio.
  • Evite inclinar o regulador para rosqueá-lo, mantenha-o sempre na posição vertical.



      Após a instalação do botijão, verifique se há vazamento de gás aplicando espuma de sabão ou de detergente na junção do regulador com a válvula do botijão, na base do registro. Se houver a formação de bolhas é sinal de que há vazamento. Tente a troca e, se o vazamento persistir, feche imediatamente o registro de gás e solicite a troca do botijão.

Nunca use fósforos ou qualquer tipo de chama para verificar se há vazamento.

Emergências
 
            Vamos descrever as situações prováveis para o caso de vazamento de gás. Lembre-se, antes de tudo é preciso manter a calma, nada de pânico:


  • Vazamento de gás sem fogo                            
  • Se você ao retornar à cozinha depois de sair de casa ou passar algum tempo sem utilizar o fogão e sentir cheiro de gás, este é um indicativo de vazamento de gás.
  • Feche imediatamente o registro de gás.
  • Afaste as pessoas da cozinha ou banheiro.
  • Abra as portas e janelas para que haja ventilação e a rápida dispersão do gás.
  • Se for noite não acione o interruptor de luz, porque poderá provocar uma centelha e por conseqüência um incêndio.
  • Desligue a chave geral de eletricidade somente se ela estiver fora da residência.
  • Não acenda fósforos ou isqueiros.
  • Entre em contato com a firma distribuidora de gás e, caso necessário acione o Corpo de Bombeiros.
  • Vazamento de gás com fogo
  • Você poderá extinguir o fogo apenas fechando o registro de gás, se for possível. Faça isso com cuidado, mas sem medo, lembre-se de que o botijão não explode.
  • Afaste as pessoas da cozinha ou banheiro.
  • Desligue a chave geral de eletricidade.
  • Se a mangueira estiver pegando fogo, não deite o botijão no chão para rolá-lo porta fora, nem tente atirá-lo pela janela. O gás está em estado líquido no tambor e, ao ser virado, este fará papel de um lança-chamas.
  • Retire de perto tudo que for inflamável. 

Chame o Corpo de Bombeiros (193), imediatamente..

Fonte: fiocruz.br/biosseguranca
Gerar: QR-code desta página para Smartphone.
Atualizações Grátis

Cadastre seu E-mail para receber novidades.

Comente via Facebook
Comente via Google
 
Top