Prevenção Online

Trabalhando na prevenção dos acidentes domésticos

Os riscos de acidentes domésticos estão presentes diariamente em nossas casas, por mais cuidado que tenhamos existem objetos e situações que representam riscos, podendo provocar os acidentes dentro de casa, sobretudo quando existem crianças e idosos envolvidos.


No Brasil, acidentes como afogamentos, quedas, queimaduras e asfixia ainda são as principais causas de morte de crianças com até 9 anos de idade. Os riscos são comuns no lar, mas podem ser evitados através de medidas simples de organização.

Dados do Ministério da Saúde apontam que os principais fatores de morte de crianças estão relacionados aos acidentes domésticos como asfixia, seguidos de afogamentos, quedas e intoxicação por exposição à fumaça. Mas há uma característica particular: 90% deles podem ser prevenidos. Com medidas adequadas e simples você pode tornar sua casa segura e livre de perigos.

Diante dessas estatísticas, damos destaque para os acidentes domésticos mais comuns:

► Asfixia por objetos: Pode-se prevenir evitando deixar pequenos objetos no chão. Boa organização nos quartos são um ponto-chave, além de não se usar roupas inadequadas, como cachecóis ou roupas folgadas; Os brinquedos:Os brinquedos são uns dos maiores causadores de asfixia, ainda mais na fase em que as crianças levam tudo à boca. Na hora de escolher os brinquedos, considere a idade e o nível de habilidade da criança, seguindo as recomendações do fabricante. Procure brinquedos com o selo do Inmetro. Fique atento a brinquedos que podem oferecer risco de engasgamento (peças pequenas para bebê e as crianças menores), de estrangulamento (correntes, tiras e cordas) e de corte (pontas, bordas afiadas), muito cuidado com bexigas.

► Intoxicações: Para evitá-las é necessário tomar cuidado com os detalhes. Manter os medicamentos e produtos de limpeza fora do alcance das crianças, devidamente trancados, rotulados e em suas embalagens originais. Em casos de ingestão de inseticidas, álcool, detergentes e outras substâncias tóxicas, a primeira providência dos pais deve ser levar a criança para uma emergência hospitalar, para que os profissionais identifiquem a substância e o tratamento que será adequado para aquela situação.

► Queimaduras: Coloque protetores ao redor de objetos quentes. De preferência use luvas antitérmicas e evite ferros de passar ligados, gera o risco da criança puxar o fio e sofrer lesões. Normalmente, a queimadura ocorre ao lado do fogão, quando crianças derrubam panelas e seu conteúdo sobre o corpo. Deve-se evitar cabo de panela voltado para fora do fogão, brincadeiras com álcool e fogo e também o uso de fogos de artifício.

► Choques elétricos: Tente não trocar o fusível sem tê-lo desligado primeiro. Evite usar qualquer aparelho elétrico durante o banho, utilize protetores e tomadas giratórias para proteção das crianças;

► Lesões por armas de fogo: É melhor não tê-las em casa. Se as tiver, a solução mais simples é guardá-las em local mantido debaixo de chaves e segredos;

► Quedas: Embora mais difíceis de prevenir, devemos ter cuidado, pois podem causar fraturas ou lesões dolorosas. Podem ser evitadas mantendo o chão limpo, não escorregadio devido à gordura ou óleo, e usar tapetes em áreas-chave. Quedas também acontecem quando se usam meios inadequados para alcançar algo, tais como cadeiras. Use uma escada apropriada, mantida fora do alcance das crianças. Tenha gaveteiros seguros e bloqueie espaços perigosos com portas de segurança; Além de observar e fornecer as orientações de comportamento e segurança para as crianças, os pais devem tomar providências como usar protetores nas quinas dos móveis; não deixar cadeiras, camas e bancos perto de janelas; e providenciar antiderrapantes nos tapetes e banheiros para evitar escorregões.

► Cortes por objetos afiados: Mantenha objetos cortantes a certa altura para que crianças pequenas não consigam alcançá-los. Além disso, mantenha os em lugar específico para evitar encontrá-los com surpresa. Muito comum encontar de construções ter tabuas com pregos e arranques de armação desprotegidos, devemos tomar atenção eliminando esses possíveis riscos de perfurações

► Incêndios: Ter ventilação adequada em cômodos onde existam aquecedores e fogões. Não use equipamentos em mau estado e nem tente consertá-los você mesmo. Não é bom fumar dentro de casa, encontre um espaço ventilado. Não esquecer ferro de passar na ligado na tomada pois poderá causar um principio de incêndio. Ao chegar em um ambiente sentir odor de gás de cozinha(GLP) jamais ligar a lampada, o gás acumulado no ambiente iniciara um incêndio com a centelha da lampada.

► Afogamentos: Esvazie baldes e banheiras infantis e guarde-os virados para baixo. Se sua casa tiver piscina, mantenha sempre coberta, não deixando que crianças tenham acesso à essa área do imóvel. Um adulto deve sempre supervisionar as crianças e adolescentes onde houver água, mesmo que saibam nadar ou que os locais sejam considerados rasos. É primordial cercar piscinas em casas onde há crianças.

► No carro: É importante tomar cuidados para que crianças sejam transportadas no carro de forma segura. Bebês de 0 a 1 ano devem ser transportados no bebê-conforto, no banco de trás, voltado para o vidro traseiro, segundo o Código de Trânsito Brasileiro; crianças de 1 a 4 anos devem ser transportadas em cadeira especial no banco de trás, voltada para frente; crianças de 4 a 6 anos, devem usar os assentos de elevação (boosters), com cinto de segurança de três pontos, e serem conduzidas sempre no banco traseiro. Após os sete anos e meio, as crianças, no banco de trás, podem usar apenas o cinto de segurança de três pontos. Por lei, só é permitido sentar no banco da frente a partir dos 10 anos de idade e com cinto de segurança.

Estas medidas simples podem evitar muitos acidentes. Também é bom, como medida preventiva e em caso de emergência, conhecer Primeiros Socorros para ajudar a família e, em caso de uma eventualidade, consultar um especialista.

Com cuidado e organização, é possível evitar que os acidentes domésticos aconteçam com você e sua família.

Veja também a cartilha de segurança no lar:

Fonte: http://www.nexcare.com.br/http://www.brasil.gov.br/
 Imagem: http://pt-br.infomedica.wikia.com/

Nosso Aplicativo para Android.

Nosso Aplicativo para Android.
Faça o Download!!
Tecnologia do Blogger.

© 2010 ~ Prevenção Online - Todos os Direitos Reservados.
Theme Designed by irsah indesigns.